28 de abr de 2011

Parto Sem Dor - você também pode!


Trechos do Livro da escritora, mãe de 5 fadas nascidas em casa naturalmente e a mais

nova blogueira que sigo...Maria do Sol.


Iluminando o caminho de outras que estão em busca do parto sem dor...Empoderem-se!!!


Figura de: Gustave Klimt - Mãe e Filho
Durante mais de um ano, que coincidiu com a gravidez de minha quinta filha, Pérola, escrevi sobre minha experiência como mãe e descrevi meus partos.
Como no último parto entrei em um processo rumo ao parto sem dor, que acreditava ser possível, e acabei vivenciando com sucesso um lindo parto sem dor, o livro acabou tomando um rumo diferente, que foi o de descrever como consegui atingir esta meta tão incrível com a certeza de que qualquer mulher que tenha saúde e deseje, pode ter um parto sem dor.
Meu livro atualmente encontra-se em fase de publicação, ou seja, estou à procura de uma editora para publicá-lo. Peço que, caso conheça alguma editora interessada no assunto, indiquem, pois a idéia é beneficiar mais pessoas com este material.


Enquanto isso, firmando a idéia inicial de ajudar às mulheres e crianças que estão chegando, por uma gravidez e maternidade mais felizes, estarei partilhando trechos do livro, segue o primeiro:

"Para muitas mulheres, descobrir-se grávida nem sempre é uma alegria de imediato. Acredito que esse luto seja inevitável e eu o senti em todas as gestações.
A chegada definitiva de outra vida traz consigo certo aprisionamento, ainda que carregado de alegrias. Na primeira gravidez esse sentimento pode ser ainda mais forte, pois a perda da individualidade é um passo duro para a maioria das mulheres dos tempos modernos, e isso é sentido principalmente após o nascimento do bebê.
Se éramos preparadas para a família no passado, hoje somos preparadas para adiar esse passo ao máximo, nos distanciando de qualquer preparação com relação a essa parcela da vida tão importante e bela, que carrega em si o presente e o futuro de uma humanidade sadia. A base da vida na Terra é a família.
Ter filhos em nossa sociedade atual traz no subconsciente idéias de aprisionamento a padrões dos quais todos tentamos fugir, resumidos na perda de controle. Sozinhos, temos a impressão de ter mais controle sobre nosso presente, dinheiro, atos, enfim, de nossa vida. É a era da individualidade.
Filhos, família, carregam em si a idéia de perda de controle, de doação em tempo integral, de aprisionamento a tarefas enfadonhas da realidade doméstica, de impossibilidade ou dificuldade de realização pessoal, de sucumbência a um homem, de monogamia tediosa ou de ser mãe solteira, de rotina, dor no parto e distanciamento dos padrões de beleza vendidos pela mídia.
Cada época traz consigo um estereótipo, um paradigma, e essas crenças todas são padrões dos quais certamente podemos e devemos abrir mão, procurando dentro de nós caminhos corajosos para a felicidade sempre, seja em nossas escolhas, seja no que o destino nos reservou.
Por conta desses paradigmas adiamos e adiamos, até que possamos sentir certo controle sobre a situação aparentemente apavorante para muitos, ainda que esse sentimento seja velado. Mulheres e homens estão se casando mais tarde, após terem conquistado estabilidade profissional e material para incluir o filho em mais um plano de controle. No entanto, por mais que se tente planejar e encaixar, um filho não é alguém estático e a vida não segue nossos planos: ela flui e acontece a cada dia.
Estar aberta a essa magia, procurando acertar e se melhorar sempre, vivendo sua vida agora, com amor, positivismo e entrega, é um caminho que tende muito mais a trazer o que, no fundo, todos procuramos: a felicidade.
Esther Hicks, em seu livro “Peça e Será Atendido”, escreveu sobre a definição de sucesso: “Uma vida feliz é apenas um colar feito de momentos felizes. A maioria das pessoas não se permite ter momentos felizes porque está muito empenhada em viver uma vida feliz”. *
Portanto, se você está grávida agora ou pretende engravidar, saiba que tudo vai depender da maneira como você se entregar ao presente e à sua força. Isso é que determinará seu destino, não o controle absoluto e amedrontado.
Muita coisa boa pode surgir com sua gravidez, do início ao fim, mas você precisa acreditar nisso primeiro, se entregar com dedicação total e enfrentar seus medos para superá-los, um a um. Afinal, nossa jornada neste plano terreno será sempre de crescimento e aprimoramento e trazer uma pessoa a este mundo não seria diferente."

Livro: Parto Sem Dor - Você Também Pode!

Autora: Maria do Sol

12 de abr de 2011

* O Brasil precisa de Obstetrizes!!!!

Um video simples, direto e lindos sobre a luta pela a permanência do curso de Obstetricia da USP.

Por que lutamos??? POR QUE O BRASIL PRECISA DE UMA ASSISTÊNCIA DIGNA AO PARTO!!!

10 de abr de 2011

* Parto em Casa x Parto Hospitalar.

Não são iguais!!!



Sobre o video chocante que mostra claramente a gritante diferença em
se parir em casa, no calor do seu lar,  rodeada de pessoas queridas,
contra a forma brutal que hoje as mulheres são forçadas a darem a luz,
em ambiente hostil, gelado e cheios de estranhos manipulando suas
vaginas e suas decisões sobre o que elas querem do parto DELAS.

E você? O que você prefere? Informe-se e MUDE! Você PODE!!!

O Rito do Parto não precisa ser vivido em ambiente hostil e gelado.

Não precisa e não deve ser um momento de trauma e terror na vida de
nenhuma mulher no mundo...Pode ser um momento de prazer sim!!!

O parto pode ser um Rito familiar onde todos estarão unidos de mente,
corpo e alma para dar as boas vindas a um novo ser que chega, a uma
nova mulher que se partiu e também nasceu e merece ser carinhada.

E se esse momento únicamente mágico na vida de uma familia não for
respeitado com toda sensibilidade e paciência que a ele é necessário,
para vingar e dar certo...Pode acreditar: Será uma vivência terrível!

Estamos na Luta por um parto mais digno para Mãe, Bebê e Família.

O PARTO NÃO É DO MÉDICO, NÃO É DO HOSPITAL, NÃO 
É DOS OUTROS...O PARTO É DA MULHER E DO BEBÊ!!! 
E ELES MERECEM RESPEITO NESSA LINDA E BOA HORA!

 No es lo Mismo

Parto Em Casa = RESPEITO!!!

PENSE, EMPODERE-SE E MUDE!!! O PARTO É SEU!!!


2 de abr de 2011

* 2ª Roda de Gestantes do Ventre à Luz


Tela de Orlando Teruz

"A dor - tão desprestigiada nos tempos modernos - é necessária no resguardo. Para se conectar com partes muito escondidas de nosso ser, para investigar bem lá dentro e sair do tempo e do espaço reais. Para entrar em um nível de consciência intermediário, um pouco fora da realidade. A dor permite que nos desliguemos do mundo pensante, percamos o controle, esqueçamos a forma, o correto. A dor é nossa amiga, nos leva pela mão até um mundo sutil, ali onde o bebê reside e se conecta conosco. Perdemos a noção de tempo e espaço. Para entrar no túnel da ruptura, é indispensável abandonar mentalmente o mundo concreto. Porque parir é passar de um estágio a outro. É um rompimento espiritual. E, como todo rompimento, provoca dor. O parto não é uma enfermidade a ser curada. É uma passagem para outra dimensão."



A Maternidade e o encontro com a própria sombra
Laura Gutman




Nos reuniremos novamente no Parque da Juventude, próximo ao Metrô Carandiru, dia 09/04 das 09:00 às 11:00. A roda será realizada no gramado ao lado do banco de areia. Tragam cangas ou toalhas para sentarem-se. Crianças são muito bem vindas, não esqueçam de protege-las do Sol! Sintam-se à vontade para trazerem alguns "quitutes" para dividirmos.


O tema será "A dor no parto"!

Não precisam fazer inscrição e, caso esteja chovendo no dia, iremos para algum lugar coberto dentro do parque. A participação é gratuita.


Outros assuntos relacionados ao parto natural e a maternidade em geral poderão ser discutidos durante a roda, estaremos à disposição para tirarmos todas as dúvidas das gestantes, mamães e casais grávidos presentes!


Essa roda dará seqüência a um trabalho que está sendo planejado com muito amor visando ajudar as mulheres a exercerem de forma plena e consciente a maternagem.


Por favor, nos ajudem a divulgar a iniciativa para as gestantes da zona norte de São Paulo, de Guarulhos ou de qualquer outro lugar que dê fácil acesso ao Parque da Juventude.

๖๔΅˚◦.Minha Arte.◦˚΅๖๔