23 de jan de 2011

* Intervenções - o plano maléfico contra o parto natural






Como ver seu sonho do Parto Natural naufragar...


Não pesquise e aceite tudo o que os médicos lhe disserem sem questionar.
Escolha a maternidade da moda sem saber a % de intervenções e cesariana.
Aceite calada toda a lista que vem a seguir, assim suas chances de conquistar
um parto traumático (frank) e até possivelmente uma cesariana será bem grande.


Onde tudo começa...

*Não permitir a presença constante do acompanhante.

*Não permitir a parturiente usar suas próprias roupas.

*Não permitir a parturiente se alimentar como queira. 

*Não permitir a parturiente se hidratar como queira. 

*Não permitir a parturiente ter liberdade de movimento.

*Não proporcionar a parturiente um local silencioso, quente
e com o mínimo de luz e interferência externa possível.

O que vem depois...

*Uso rotineiro da lavagem intestinal (enema).

*Uso rotineiro da raspagem dos pelos pubianos (tricotomia).

*Uso rotineiro da infusão intravenosa sem real necessidade.

*Administração rotineira de ocitócitos.

*Monitoramento ininterrupto sem indicação e real necessidade.

*Uso abusivo do exame de toque (feito geralmente por mais de 1 servidor).

*Uso indevido da amniotomia (ruptura da bolsa artificialmente).

*Uso indevido do toque feito para forçar o fim da dilatação.

*Uso rotineiro da episiotomia (corte feito no perineo). 


*Oferecer Analgesia e ou Anestesia sem que a parturiente se manifeste.

*Incentivar o puxo sem que a parturiente manifeste essa vontade.

*Induzir a retirada precoce do bebê através de manuseio desnecessário.

E se tudo ocorrer como eles planejaram...

A) Na melhor das hipóteses para você:
*Você e seu bebê ganharam um parto "normal" hospitalar cheio de intervenções 
brutamente desnecessárias e traumáticas para ambos.

B) Na melhor das hipóteses para eles:
*Você ganhará (após todos os traumas) um "parto" operatório desnecessário.


            Após todo o drama...


Em ambos os casos seu bebê será separado de seu colo e submetido a diversos
estímulos também desnecessários e agressivos a ele.
Após horas longe de ti, sendo alimentado por qualquer coisa que não é seu leite,
ele retornará estressado e sem reconhecer ao certo seu cheiro e seu colo.

Exagero?! Acho que não...claro que pra toda regra existe exceção.
Mas com todas essas dificuldades já no inicio, dar continuidade nessa relação com segurança, tranquilidade e certeza de estar fazendo o certo parece bem dificil.

Por isso cara mamífera, tome as rédeas de seu parto assim como tomou de sua vida.
Busque realmente estar munida de informação pra lutar pelo nascimento de seu filho.
Seja forte e corajosa como  sei que és, bem no seu intimo existe esse poder feminino.




BUSQUE, APRENDA, LUTE E NÃO ACEITE CALADA TODAS ESSAS TORTURAS!!! 

VOCÊ PODE!!! NÃO É UM FAVOR, É UM DIREITO!!! 



Esse artigo é meu, se for copiar coloque os devidos direitos...Julia Luah.

7 comentários:

  1. Ju fiquei com uma duvida: *Massagem e distensão do perineo para "ajudar" no parto.

    Mas isso realmente pode ser feito no periodo expulsivo e realmente ajuda. Não entendi...

    Outra coisa é sobre epsio, ela nunca é necessária.

    ResponderExcluir
  2. Então Cris...
    Assisti um parto em CP em que foi usada essa massagem no perineo.

    A dotora falava que era necessário pra ajudar o restinho da dilatação.

    Como a minha doulanda aceitou a "ajudinha" não falei nada, nem durante e nem depois...
    Mas acho horrivel essa tortura e não creio que seja totalmente necessárea.

    Já lí que em alguns casos de distócia é usado pra ajudar no
    encaixe total do bebê na bacia.

    Sobre episio, também não acho necessária em nenhum caso, mas existe quem ache sim em casos de perineo frágil...O que é absurdo.

    Sabemos que em partos verticais a episio é inutilizada.

    Se me permite obrigada pela dica...rsrs..irei mudar lá no post...Beijos Cris...)O

    ResponderExcluir
  3. Ah, eu sei como é isso que a Julia quis dizer, é que ela carinhosamente chamou de massagem, mas é uma manobra grotesca na qual um ser humano desalmado ajuda a abrir o canal vaginal da parturiente com as mãos.
    Cansei de ver no SUS, se fosse comigo, juro que tirava os pés das perneiras e quebrava o nariz do médico.

    ResponderExcluir
  4. Pris, é bem por aí amiga...huahuahua.
    Eu acho que aproveitava a perna ali na maca e metia na cara dela também...rsrs...Mas é isso que vemos né meninas...uma tristeza que precisamos mudar, mudando a forma que as mulheres tem de ver seus direitos no parto...Bora Ativar esse Poder!

    ResponderExcluir
  5. Júlia,

    É pq como vc colocou, dá pra entender com o aparar do perínio com compressa morna, que é uma prática boa e serve em tese para evitar a laceração natural, o que é beeem diferente de tentar terminar a dilatação do colo com o toque, que é realmente grotesco.

    Beijos.

    Ana Paula Gaia

    ResponderExcluir
  6. Uai Ana, eu achei que tinha corrigido já...Onde está dando a entender isto? Obrigadaaa...beijosss.

    ResponderExcluir
  7. Meu Deus,como eu sofri...as idéias já existiam,só não tínhamos as ferramentas, toda essa tecnologia. Agora haja psicoterapia, sofrimento fetal,rejeição, abandono, Medo,tdo levando no decorrer da existencia á síndrome do pânico.Fica o alerta para as gerações futuras,eu há 34 anos desejava ser como índia no meio da mata,aí busquei Leboyer ,mas o poder aquisitivo não ajudava. Aí foi a ferro e fogo.Amadas Que DEUS abençoe todas as mães do Universo.Bjos.

    ResponderExcluir

๖๔΅˚◦.Minha Arte.◦˚΅๖๔